Natal!


Aqui está mais uma excelente ideia da educadora Vina, para o presente de Natal deste ano.


E aqui estão as crianças a colocar as cartas ao Pai Natal, no correio!

Estágio - 16 e 17 de Dezembro

Os dois últimos dias de estágio deste 1º período já passaram. Mas começo então por falar do dia 16, quinta-feira, como sempre cheguei ao estágio às 9 horas e as crianças vinham com a auxiliar para a sala. Assim que chegaram espalharam-se pelas diversas áreas da sala. Por volta, das 9:30 a educadora fazia o plano das actividades, para depois eu e a auxiliar irmos trabalhar com as crianças, em que elaborámos trabalhos relacionados com o Natal e a prenda que irão oferecer aos pais. Às 10 horas, sentaram-se nas mesas para irem lanchar. Logo depois, às 10:30, em vez de terem ginástica, iriam ter ensaio para a festa de Natal, que será no dia 20, mas o ensaio teve que ser adiado, pois o professor de música não pôde comparecer, então lá voltámos para a sala, mas não sem antes, passarmos por uma sala, onde estavam expostos presépios feitos por alunos mais velhos e pelos seus pais. Assim que chegámos à sala, as crianças sentaram-se no tapete enquanto que a auxiliar decorava a sala com mais enfeites de Natal. Às 11:45, foram almoçar e às 13 horas, foram fazer a sesta. Na parte da tarde, quando voltei para a sala, comecei a tratar dos sacos, que irão servir para colocar as prendas que as crianças tinham feito. Quando acordaram foram lanchar e depois foram para a sala de jogos.
Dia 17, sexta-feira, fui buscar as crianças à sala de jogos e fomos para a sala, onde, como é habitual se dividiram nas áreas. Depressa começaram as actividades, fui com a auxiliar para uma mesa concluir os presentes de Natal e às 10:30, houve ensaio no ginásio. Quando acabou regressámos à sala e continuámos com os presentes, enquanto que a educadora ia fazendo outro trabalho com as crianças, também sobre o Natal. Às 12:00, foram almoçar e às 13:00, foram fazer a sesta. À tarde, concluí a decoração dos sacos dos presentes e às 15:30, acordaram, foram lanchar e depois para a sala de jogos à espera que os pais os fossem buscar. Assim terminaram estes dias de estágio.

Semana de 13 a 15 de Dezembro

A última semana de aulas deste ano e do 1º período terminaram, contudo ainda temos os dias de estágio. Esta foi uma semana mais soft. Na disciplina de Matemática, na segunda-feira, realizámos exercícios de geometria. Em TPIE, a P.A.P. continua a ser a nossa prioridade, tanto que nesta semana fotocopiei os folhetos que irão servir para mandar aos pais, lá no infantário, ainda nesta semana, continuei com a minha caracterização do meu local de estágio. Já em Português, a apresentação dos capítulos continua, se bem que já nos encontramos no final da análise da obra, o que é muito bom. Em Educação Física, não tivemos aula, pois houve um pequeno engano com os espaços/ginásios e por isso não tivemos aula, mas a professora recolheu os jogos que nos tinha pedido, numa aula anterior, que seriam jogos que implicassem o exercício físico. Quando a Psicologia, como foi a última aula, a professora surpreendeu-nos e trouxe salame para todos, de seguida apresentámos o cartaz que nos tinha sido pedido, relativo ao trabalho anterior sobre a diferença. Finalmente Saúde Infantil, entregámos os trabalhos sobre o manual da criança dos 6 aos 12 anos e acabámos por sair mais cedo. Assim terminou a última semana de aulas.

Estágio - 10 de Dezembro

Mais um dia de estágio para partilhar e desta vez só um, porque na quinta-feira fomos em visita de estudo a Lisboa. Logo pela manhã, por volta das 9 horas já me encontrava no estágio, fui ter com a educadora à sala e depois fui buscar as crianças à sala de acolhimento. Assim que chegámos à sala, as crianças dividiram-se pela área constituintes de sala, enquanto que a educadora ia organizando as actividades para aquele dia. Às 10 horas, foi hora de ir fazer o lanche matinal e quando acabaram foram fazer a higiene e de seguida dirigimo-nos para uma sala, onde a Irmã Isilda foi dar os bons-dias às 2 salas dos 3 anos, em que mostrou um PowerPoint sobre o Natal e o nascimento de Jesus, uma vez que a instituição tem importantes valores religiosos. Acabada a história, voltámos à sala para dar início às actividades planificadas pela educadora. Foram divididos, uns foram com a auxiliar pintar o Pai Natal, uns foram comigo e com a educadora pintar as estrelas de Natal, que irão servir para pendurar na árvore, enquanto que os restantes foram brincar. Por volta das 12 horas, foram fazer a higiene e de seguida almoçar, para às 13 horas estarem prontos para a sesta. Quando voltei às 14 horas, a auxiliar foi almoçar e eu fiquei com a educadora a acabar de pintar a parte de trás das estrelas. Às 15:40 acordaram e foram lanchar, logo depois dirigiram-se para o parque, à espera que os pais os fossem buscar.

Semana de 6 a 9 de Dezembro

Mais uma semana de aulas se passou e já em contagem decrescente para as férias. Começo por falar de Matemática, onde continuamos a realizar exercícios de geometria, em que já me consigo orientar melhor, com tantas fórmulas para saber. Em TPIE, como é normal, continuamos a trabalhar na P.A.P., onde já digitalizámos os nossos logotipos. Quanto a Português, também estamos a continuar com as apresentações da obra de José Saramago. Relativamente a ECDM, o professor dividiu-nos em dois grupos, onde tínhamos de representar uma história infantil, em que ao dizermos as falas, temos que fazer o contrário, com gestos, ou seja, representar, mas por enquanto estamos só em ensaios. Já em Psicologia, continuamos com o trabalho sobre a diferença, ou seja, na sequência do trabalho anterior, temos que realizar um cartaz com as ideias chave, bem sugestivo. Ainda nesta semana, tivemos uma visita de estudo, o que nos impediu de ir ao estágio. Fomos ao Euroskills, com a professora de Português, juntamente com mais duas turmas. O Euroskills está a ser realizado em Lisboa, mais propriamente na FIL. É então um evento, onde podemos ver 50 profissões a serem demonstradas ao vivo, com vários países a concorrer.

Enfeites de Natal!





Estágio - 2 e 3 de Dezembro

Mais dois dias de estágio, para partilhar convosco. Começo por vos falar do dia 2, quinta-feira, onde como sempre, cheguei às 9 horas, fui até à sala, onde já se encontravam alguns meninos. Vesti a bata e fui buscar os restantes à sala de jogos. Quando chegaram à sala, espalharam-se pelas várias áreas e por volta das 9:30 começaram as actividades, onde estive numa mesa e ia chamando cada menino para pintarem um Pai Natal, que por enquanto ainda não está terminado. Às 10 horas, as crianças sentaram-se nas mesas para irem lanchar e depois dirigiram-se para o ginásio, para mais uma aula de ginástica, onde desta vez, existia um percurso com um novo elemento, o trampolim. Primeiro que tudo teriam que passar pelos arcos, de seguida pelos cones, pelo banco sueco e depois saltar várias vezes no trampolim. Assim que acabou a aula, dirigimo-nos para a capela, onde estivemos a rezar e a falar sobre esta época que se aproxima, que é o Natal. Regressámos à sala e continuámos as actividades que tínhamos deixado a meio, já relativas ao Natal. Por volta das 11:50, fomos à casa-de-banho fazer a higiene e logo depois fomos para o refeitório almoçar. Às 13 horas, as crianças já se encontravam na sala para irem fazer a sesta. Da parte da tarde, fui para a sala com a educadora e forrámos uma caixa, que vai ficar na sala para colocar alimentos para oferecer no Natal a uma família carenciada. Às 15:30, as crianças acordaram e foram fazer a higiene, para irem lanchar e logo depois foram para a sala de jogos.
Na sexta-feira, dia 3, as crianças já se encontravam na sala e desta vez, quando cheguei, a educadora estava a tirar os enfeites de Natal da dispensa, isto porque iríamos construir o presépio. À medida que ia ficando pronto, as crianças iam saindo das áreas para espreitarem como estava a ficar. Quando já estava concluído a educadora ligou as luzes e já estava então pronto o nosso presépio, com todas as figuras que lhes pertencem. Às 10 horas, como sempre, foi a hora do lanche, depois foram à casa-de-banho e voltaram para a sala, onde se sentaram no tapete a conversarem com a Vina, onde lhes falou do presépio que já estava construído e também lhes mostrou um calendário, de dia 1 de Dezembro até ao dia de Natal, dia 25, em que casa quadradinho continha um chocolate, em que cada dia, cada menino comia no seu seu dia. De seguida, falou-lhes da continuação das actividades, em que ficaram distribuídos pelas mesas, uns a pintar o Pai Natal, outros a pintar a vaca e eu ia chamando cada menino para fazerem a minha actividade, da prova de aptidão profissional, ou seja, a carta que irá para Moçambique. Às 11:50, fizeram a higiene e foram para o refeitório almoçar e às 13 horas, já estavam prontos para fazerem a sesta. Às 14 horas, voltei da minha hora de almoço e fui até à sala, onde estava a Patrícia a arquivar os desenhos das crianças nos respectivos dossiers. Entretanto ela foi almoçar e eu fiquei a fazer esse trabalho. Quando a educadora chegou, enquanto os meninos dormiam, nós íamos enfeitando o placard que está na sala, mas que ainda não está concluído. Às 15:30, as crianças acordaram e foram fazer a sua higiene e dirigiram-se para o refeitório para lancharem, logo depois foram para a sala de jogos. Assim terminaram mais dois dias de estágio, os primeiros de Dezembro.

Semana de 29 e 30 de Novembro

O mês de Novembro já passou e mais uma semana de aulas também, em que esta foi mais pequena devido ao feriado de dia 1 de Dezembro, o dia da Restauração da Independência. Mas começo então por falar de Expressão Plástica, onde finalizei o meu slogan, assim como o resto da turma que está a terminar. Em Matemática, continuamos a dar geometria e a realizar problemas relacionados com a matéria. Quanto a TPIE, iniciámos os folhetos com a nossa P.A.P. para levar para o infantário, para dar a conhecer aos pais o que iremos realizar ao longo do ano, também nesta disciplina alguns de nós digitalizámos os slogan´s. Em relação a Português, mais duas alunas apresentaram os seus capítulos relativos à obra de José Saramago. Relativamente a Educação Física, a aula decorreu no ginásio pequeno, em que devido à falta de alunos, dos que foram cada um pegou num colchão e fizemos cambalhotas e rodas, onde tenho algumas dificuldades, já no final da aula, fomos para a biblioteca pesquisar jogos para preparar-mos uma gincana com a turma, onde cada um de nós prepara um jogo e apresenta à turma. Finalmente Psicologia, iniciámos um novo trabalho, onde iremos fazer um cartaz, com a informação que recolhemos relativa aos diferentes grupos sociais. Assim passou mais uma semana.

Novo blog!

Aqui está o novo blog, criado exclusivamente para a P.A.P. (Projecto de Aptidão Profissional).
http://amizadeemmovimento.blogspot.com/

Estágio - 25 e 26 de Novembro

Mais dois dias de estágio para partilhar convosco. Na quinta-feira, quando cheguei as crianças já iam a caminho da sala com a auxiliar. Mais tarde, já na sala, as crianças espalhavam-se pelas áreas da sala, enquanto que eu estava numa mesa com alguns meninos para pintarem a bolota que alguns já tinham feito ao longo da semana. Às 10 horas, foi a hora do lanche matinal, de seguida foram à casa-de-banho e às 10:30, foram para o ginásio para mais uma aula de ginástica, onde já estava um circuito montado, com colchões, arcos, etc. Quando saíram, dirigimo-nos para a sala, para fazermos o bolo para o dia das avós, uma vez que era o dia de Mãe Margarida, a mãe de D. Bosco (fundador das casas salesianas). Feito o bolo de iogurte, foram almoçar e às 13 horas foram fazer a sesta. Neste dia acordaram mais cedo, por volta das 14:30, pois a festa das avós realizou-se às 15 horas no salão, onde já estavam todos os avós, quando chegámos. Nesta festa, tivemos oportunidade de ver um power point sobre a vida da Mãe Margarida. De seguida, as educadoras prepararam uma coreografia de uma música, onde netos e avós dançaram. De seguida, foram encaminhados para o refeitório, para as crianças lancharem e para também os avós comerem um pouco de bolo e beberem um chá. Acabado o lanche, as crianças e os avós dirigiram-se às respectivas salas para receberem os presentes.
Na sexta-feira, assim que cheguei fui em direcção à sala, onde já la estavam os meninos. Alguns faziam desenhos, enquanto outros brincavam nas restantes áreas. Por volta das 9:15, fui para uma mesa fazer a actividade da minha PAP, que está relacionada com um projecto de intercâmbio. Às 10 horas, foi a hora do lanche e quando acabaram foram à casa-de-banho fazer a higiene, para voltarem à sala, onde se foram sentar no tapete, para ouvir uma história. A história era "Os três ursos e a Caracóis de Ouro", que acabei por ser eu a contar, quando acabaram de ouvir, a Vina fez perguntas sobre a história e de seguida foram para as mesas continuar com as actividades e trabalhos que estavam a fazer. Às 11:45, foram fazer a higiene e almoçar, para às 13 horas, irem fazer a sesta. Quando voltei, às 14 horas, fui organizar uns desenhos dentro dos dossiers, juntamente com a auxiliar, enquanto que a educadora foi para uma reunião. Entretanto, durante a sesta, uma criança vomitou e as crianças acabaram por acordar mais cedo. Logo depois foram lanchar e de seguida foram para a sala de jogos.

To Save a Life

O filme conta a história de Jake Taylor, um jovem que tem tudo: uma bola de basquete, a namorada ideal, e os amigos certos. Mas, confrontado com as exigências da multidão, Jake tem escrito fora da sua infância o melhor amigo, Roger. Isolado e maltratado, Roger finalmente assume a sua raiva, ao extremo, quando ele aparece um dia no campus com uma arma. Jake tenta um último esforço para parar Roger. E os acontecimentos que se seguem mundo a vida de Jake. Ele começa a questionar tudo. Mas acima de tudo, ele não consegue parar de perguntar: Será que eu poderia ter salvado Roger? Em sua busca por respostas, Jake vê-se olhando para o lado de Roger. Ele estende a mão para geeks, losers, e solitários.

fonte: http://www.cinemacristao.com/2010/04/drama-filme-para-salvar-uma-vida-to.html

Semana de 22 a 24 de Novembro

Mais uma semana de aulas, esta bem mais curta, por causa da greve geral. Mas começo por falar de Expressão Plástica, em que continuamos a trabalhar nos logotipos. Em Matemática, corrigimos as fichas de trabalho que realizámos na aula anterior, sobre geometria. Quanto a TPIE, continuamos com as apresentações dos pré-projectos, onde o meu colega Fábio, mais uma vez superou as expectativas com uma excelente apresentação do seu trabalho, aqui ficam os meus parabéns, já na aula seguinte, elaborámos a ficha de actividades que iremos realizar ao longo do ano, isto, para ficar calendarizado. Relativamente a Português, foi a minha vez de apresentar o capítulo XIII da obra de José Saramago, em que me correu muito bem, ainda nesta aula, ainda tivemos tempo para ouvir mais apresentações, referentes aos capítulos seguintes. Em ECDM, fizemos dois grupos e tivemos que representar uma história onde estivesse evidente um ditado popular ou uma história, mais tarde tínhamos que fazer isso com música, isto tudo sem falarmos, claro. No que diz respeito a Educação Física, não tivemos aula, pois era no exterior e estava a chover, daí não termos tido aula. Finalmente Psicologia, terminámos de ver o filme To Save a Life, que fala sobre diferença, mas o que destaco nesta semana, foi a ida ao infantário "Baloiço", pois foi no contexto de uma actividade dinamizada, por alunos do 12º ano, em que foram contar a história da "Fada da Cor", foi uma actividade interessante e onde tivemos oportunidade de interagir com as crianças e também conhecer um pouco do funcionamento de outros infantários.

Estágio - 18 e 19 de Novembro

Olá outra vez! Mais dois dias de estágio para partilhar convosco, que esta semana voltaram ao normal, uma vez que a semana passado visitámos a herdade das Parchanas. Começo então por falar do dia 18, que já vem sendo igual aos outros, onde às 9 horas se dá o acolhimento, em que as crianças vão brincar para as diversas áreas da sala, enquanto isso eu, a educadora e a auxiliar vamos retirando os lanches das mochilas, enfim, a rotina normal. Por volta das 9:30, começaram as actividades. Mais tarde, às 10 horas, foi tempo de fazerem o seu lanche matinal e às 10:30, dirigiram-se para o ginásio para mais um aula de ginástica, onde fizeram o jogo dos ursinhos, que foi feito nas primeiras aulas. Depois da aula, fomos até à quinta dar um passeio, onde apanhámos umas tangerinas e comemos. Regressámos à sala e foram marcar as presenças, também na sala a educadora conversou com eles sobre o dia dos avós, que será dia 25 de Novembro. Por volta das 12:40, foram fazer a sua higiene para irem almoçar e depois de almoço dirigiram-se para a sala para irem fazer a sesta. Da parte da tarde, fui para a sala e fui recortando uns papéis, que iriam servir para as crianças fazerem trabalhos, quando acordaram eram 15:30, foram fazer a sua higiene e de seguida foram para o refeitório lanchar. No dia 19, começou da mesma forma, ou seja, com a mesma rotina e por volta das 9:30, começaram as actividades com a pintura de um esquilo, eu estava numa mesa, na pintura e a auxiliar estava noutra mesa com a colagem de lã. Às 10 horas, como sempre, é a hora do lanche depois sentaram-se no tapete, onde a Vina teve um conversa com eles, sobre o pequeno-almoço, onde explicava a sua importância, de seguida, com um livro a educadora, falou-lhes sobre as cores, onde lhes fazia perguntas. Ainda no tapete, cantaram a música da chuva, uma vez que, o tempo estava um pouco farrusco. Voltaram para as mesas e desta vez começamos a preparar o cartão que irão dar no dia dos avós. Às 12:50, foram fazer a higiene para irem almoçar. Às 13 horas, foram fazer a habitual sesta. Às 14 horas, quando voltei, fiquei na sala a recortar os cartões, enquanto que a educadora foi para uma reunião. Às 15:30, acordaram e foram lanchar. Como estava a chover, não poderam ir para o parque, então fomos para a sala de jogos.

Semana de 15 a 17 de Novembro

Mais uma semana de aulas. E começo então por relatar como decorreu. Na disciplina de Expressão Plástica, fizemos a avaliação do módulo anterior, que dizia respeito à reciclagem e para ser sincera, não foi um trabalho que me chamou muito à atenção e mesmo assim podia ter dado muito melhor, ainda nesta disciplina, continuamos com a elaboração dos logotipos e slogan's e no final de uma das aulas, vimos uma exposição, da turma de artes que retratavam várias histórias infantis, mas de um modo abstracto. Uma ideia bastante original. Em Matemática, continuamos com a matéria nova sobre geometria, que tem sido bastante complicado, pois já à muito tempo que não damos esta matéria, além de ser um pouco difícil. Relativamente a TPIE, esta semana começaram as apresentações do pré-projecto da PAP e estamos também a receber indicações para o trabalho restante a desenvolver. No que diz respeito a Português, continuamos com a apresentação dos capítulos do Memorial do Convento e também estamos a rever alguma gramática, como forma de preparação para o exame. Quanto a ECDM, a aula começou com o jogo da mímica, novamente com filmes, e na segunda parte da aula o professor propôs um desafio de tentarmos passar por cima de um obstáculo, ou seja, nos éramos os últimos no planeta e tínhamos de passar para o outro lado sem tocar no obstáculo, pois assim morríamos, foi um jogo divertido, mas com muitas quedas, mas foi um desafio, onde tivemos de pensar e relacionarmo-nos enquanto turma. A Psicologia, começamos a ver um filme, sobre a matéria que estamos a dar e tinha como tema a diferença, onde mais tarde teremos de fazer um comentário do filme que vimos. Assim decorreu mais uma semana de aulas.

Estágio - 11 e 12 de Novembro

Dia 11 de Novembro, foi bastante especial, pois fomos passar o dia de S. Martinho à Herdade das Parchanas em Alcácer do Sal, mas começo por relatar o dia desde o início. Cheguei ao colégio antes das 9 horas, uma vez que, a partida era a essa hora, fui à sala, onde estava a Vina a preparar a mala com os lanches. As crianças iam chegando e à medida que vinham, iam recebendo os seus chapéus. Às 9 horas, saímos em direcção ao autocarro, que já se encontrava lá fora. As crianças subiram para o autocarro e lá fomos nós com rumo a Alcácer. Assim que lá chegámos fomos recebidos pelos monitores e pelo coordenador da herdade. Fomos encaminhados para um salão/refeitório, onde rapidamente todas as auxiliares e educadora deram o lanche matinal a todas as crianças. Assim que acabaram ouvimos a explicação do coordenador, acerca do que iríamos fazer naquela parte da manhã. Dirigimo-nos então para um olival ali perto, onde fomos à apanha da azeitona, as salas foram separadas e houve um monitor para cada grupo. Foi muito bom perceber o trabalho que se faz na apanha da azeitona e os vários processos da apanha. Assim que acabou regressámos à quinta, onde fomos fazer a nossa higiene para irmos almoçar, as crianças almoçaram primeiro e depois as educadoras e auxiliares, enquanto isso andavam com os monitores a fazer jogos. Na parte da tarde, fomos conhecer a herdade, mas com diversas actividades, primeiramente, fomos encaminhados para a entrada da quinta, onde o coordenador os levou a dar um passeio a cavalo, numa carroça. Depois seguimos mais abaixo onde puderam fazer o jogo da corda, de seguida foram andar num pónei e por último, foram plantar couves, com uma monitora da quinta. Seguiram para o salão, onde lancharam e no final ainda comeram castanhas acabadas de assar. Assim este dia terminou, cansativo mas muito bem passado.
No que diz respeito ao dia 12, as crianças começaram por realizar as actividades propostas para este dia, que estavam relacionadas com o dia anterior e com o dia de S. Martinho. Fizeram ilustrações do dia do passeio, onde desenharam o momento em que apanhavam azeitonas, quando andaram de pónei, etc. Enquanto alguns desenhavam, outros iam fazendo um trabalho, que tinha haver com castanhas. Tinham então que colorir uma castanha que estava desenhada numa folha de papel. Às 10:20, fizeram o seu lanche matinal e de seguida sentaram-se no tapete a ouvir músicas sobre o S. Martinho. Ainda no tapete a educadora contou a história da lenda de S. Martinho, em que de seguida eu abordei novamente a lenda, mas desta vez com imagens. Logo depois foram continuar as actividades que tinham deixado a meio. Às 11:40, foram à casa-de-banho fazer a higiene e dirigiram-se para o refeitório para almoçarem e às 13 horas irem fazer a sesta. Às 14 horas, quando voltei da minha hora de almoço, eu e a auxiliar fomos arquivar os desenhos nos respectivos dossiers. Quando acordaram foram à casa-de-banho e depois foram lanchar.

Maria Castanha

O céu estava cinzento e quase nunca aparecia o sol, mas enquanto não chovia os meninos iam brincar para o jardim.
Um jardim muito grande e bonito, com uma grade pintada de verde toda em volta, de modo que não havia perigo de os automóveis entrarem e atropelaremos meninos que corriam e brincavam à vontade, de muitas maneiras: uns andavam nos baloiços e nos escorregas, outros deitavam pão aos patos do lago, outros metiam os pés por entre as folhas secas e faziam-nas estalar – crac,crac – debaixo das botas, outros corriam de braços abertos atrás dos pombos, que se levantavam e fugiam, também de asas abertas.
Era bom ir ao jardim. E mesmo sem haver sol, os meninos sentiam os pés quentinhos e ficavam com as bochechas encarnadas de tanto correr e saltar.
Uma vez apareceu no jardim uma menina diferente: não tinha bochechas encarnadas, mas uma carinha redonda, castanha, com dois grandes olhos escuros e brilhantes.
- Como te chamas? – perguntaram-lhe.
- Maria. Às vezes chamam-me Maria Castanha .
- Que engraçado, Maria Castanha! Queres brincar?
- Quero.
Foram brincar ao jogo do apanhar.
A Maria Castanha corria mais do que todos.
- Quem me apanha? Ninguém me apanha!
- Ninguém apanha a Maria Castanha!
Ela corria tanto. Corria tanto que nem viu o carrinho do vendedor de castanhas que estava à porta do jardim, e foi de encontro a ele.
Pimba!
O saco das castanhas caiu e espalhou-as todas à reboleta pelo chão.
A Maria Castanha caiu também e ficou sentada no meio das castanhas.
- Ah. Minha atrevida! – gritou o vendedor de castanhas todo zangado.
- Foi sem querer – explicaram os outros meninos.
- Eu ajudo a apanhar tudo – disse Maria Castanha, de joelhos a apanhar as castanhas caídas.
E os outros ajudaram também.
Pronto. Ficaram as castanhas apanhadas num instante.
- onde estão os teus pais? – perguntou o vendedor de castanhas à Maria Castanha.
- Foram à procura de emprego.
- E tu?
- Vinha à procura de amigos.
- Já encontraste: nós somos teus amigos – disseram os meninos.
- Eu também sou – disse o vendedor de castanhas.
E pôs as mãos nos cabelos da Maria Castanha, que eram frisados e fofinhos como a lã dos carneirinhos novos.
Depois, disse:
- Quando os amigos se encontram é costume fazer uma festa. Vamos fazer uma festa de castanhas. Gostam de castanhas?
- Gostamos! Gostamos! – gritaram os meninos.
- Não sei. Nunca comi castanhas, na minha terra não há – disse Maria Castanha.
- Pois vais saber como é bom.
E o vendedor deitou castanhas e sal dentro do assador e pô-lo em cima do lume.
Dali a pouco as castanhas estalavam… Tau! Tau!
- Ai, são tiros? – assustou-se a Maria Castanha, porque vinha de uma terra onde havia guerra.
- Não tenhas medo. São castanhas a estalar com o calor.
Do assador subiu um fumozinho azul-claro a cheirar bem.
E azuis eram agora as castanhas assadas e muito quentes que o vendedor deu à Maria Castanha e aos seus amigos.
- É bom é – ria-se Maria Castanha a trincar as castanhas assadas.
- Se me queres ajudar podes comer castanhas todos os dias. Sabes fazer cartuchos de papel?
A Maria Castanha não sabia mas aprendeu.
É ela quem enrola o papel de jornal para fazer os cartuchinhos onde o vendedor mete as castanhas que vende aos fregueses à porta do jardim.
Autor: Maria Isabel Mendonça Soares,” Contos no Jardim”.

Semana de 8 a 10 de Novembro

Mais uma semana de aulas que passou no curso TAI. Começo então por falar de TPIE, onde, já todos terminámos o pré-projecto e iniciámos o power point, ou seja, a defesa do nosso pré-projecto. Em Expressão Plástica, estamos a trabalhar nos logotipos e slogan's, onde já existem produtos bem originais. Quanto a Matemática, recebemos o trabalho sobre estatística, onde obtive um bom resultado, também nesta disciplina iniciámos o 2º módulo, o de geometria. relativamente a Português, continuamos com a apresentação dos capítulos da obra de José Saramago. Já em ECDM, fizemos duas equipas e fizemos o jogo da mímica, mas desta vez com nomes de filmes, cada membro da equipa tinha de ir à frente e gesticular o nome do filme. Em Educação Física, a aula decorreu no exterior e começou com a habitual corrida de 12 minutos e logo depois fizemos duas equipas e jogámos andebol, enquanto a professora estava com uma aluna a avaliá-la oralmente. Finalmente em Saúde Infantil, estamos a concluir o trabalho sobre o manual da criança dos 6 aos 12 anos.

O Leão e o Rato

O leão estava a dormir no seu covil em certa tarde de Verão, quando um rato lhe passou por cima do focinho e o acordou. O leão rosnou, furioso, e já ia esmagar o rato com a pata enorme quando: - Oh, poupai-me, senhor - guinchou o rato. - Na verdade, eu não mereço ser morto. Não vos fiz mal... e também não presto para comer. O leão tornou a rugir, ensonado. - Além disso - continuou o rato - se me poupardes agora, talvez um dia possa fazer qualquer coisa por vós. O leão rugiu uma enorme gargalhada, mas levantou a pata e o rato escapou-se. Passado algum tempo, o leão andava a caçar na floresta quando caiu numa armadilha. Uma rede cai-lhe em cima e fechou-o. Sem qualquer esperança de fuga, começou a rugir, e a sua voz ecoou em todos os recantos da floresta. O rato, que também saíra para caçar naquela noite, depressa reconheceu a voz do leão e correu para o sítio onde ele estava. E vendo o que se passava, disse: - Não vos preocupeis, senhor, eu tiro-vos daí num instante. - E logo começou a roer e a mordiscar as grossas malhas da rede. Passado pouco tempo o leão estava solto. O rato, como tinha prometido, salvou-lhe a vida.

Estágio - 4 e 5 de Novembro

Dia 4, na quinta-feira, cheguei à instituição, uns minutos antes das 9 horas, como é habitual. Fui à sala, onde já estavam algumas crianças e logo depois fui à sala de acolhimento buscar as restantes. Quando voltamos para a sala, estas espalharam-se pelas diversas áreas da sala, enquanto isso eu fiquei numa mesa a acabar trabalhos com os meninos, entretanto às 10 horas, foram arrumar a sala para irem comer. Às 10:30, dirigimo-nos para o ginásio, onde estava o professor João, já preparado para dar mais uma aula. Desta vez, o professor fez um jogo, pois tinham que estar sentados numa roda e ir passando a bola ao colega do lado, este exercício foi feito 4 vezes, consoante as cores das bolas. De regresso à sala, sentaram-se no tapete, onde estiveram a ouvir a educadora falar sobre a amizade, começou então por ensinar um música, sobre o tema que estou a trabalhar, a amizade, e depois foi a minha vez de contar a história do "leão e do rato", onde passa a mensagem da amizade. De seguida, foram colorir o desenho da história que estiveram a ouvir, tinham de pintar o leão e o rato de laranja e cinzento, respectivamente. Às 11:45, fizeram a sua higiene e foram para o refeitório almoçar. Um pouco antes das 13 horas, foram para a sala fazer a sesta. Às 14 horas, fui para a sala onde estavam a fazer a sesta, onde estive até às 15:30, que foi a hora de acordarem e irem lanchar.
Na sexta-feira, dia 5, as crianças chegaram à sala e como sempre espalharam-se pelas áreas da sala e eu e a Patrícia (auxiliar), íamos chamando um a um para fazerem um trabalho com gelatina, numa folha de papel estava desenhada uma laranja e o que tinham de fazer, era primeiro que tudo pintar o pé da laranja de verde e de seguida colocar cola na laranja, depois pegavam no pó da gelatina e espalhavam por cima, uma actividade bastante interessante e mais uma coisa que aprendi. De seguida, às 10 horas, foram lanchar e depois sentaram-se no tapete e a Vina falou-lhes da actividade que alguns tinham começado e com as laranjas que tinha fez um pouco de sumo, em que todos provaram, já com o limão, espremeu um pouquinho, mas desta vez, molharam o dedo, dado que o sumo do limão é muito ácido. Depois alguns foram até ao parque, enquanto que outros ficaram na sala a acabar o trabalho da laranja. Às 11:45, foram fazer a sua higiene para irem almoçar. Ainda antes das 13 horas, foram fazer a sesta. Quando voltei da minha hora de almoço, às 14 horas fui para a sala, eu e a Patrícia ficamos na sala e a Vina foi para uma reunião. Às 15:30, foi hora de acordar para irem lanchar e dar por terminado mais um dia.

Semana de 2 a 3 de Novembro

Mais uma semana de aulas que passou no curso TAI, esta bem mais curtinha, com o feriado do dia 1 de Novembro. Mas começo então por falar de TPIE, em que as fichas de pré-projecto estão a ser concluídas. A minha ficha já está terminada e neste momento está à espera que o projecto seja aprovado. Em Expressão Plástica, tivemos aula sobre os logotipos e como deveríamos elaborar um para o nosso projecto, que vai ser o nosso cartão de visita. Quanto a Educação Física, a aula decorreu no ginásio pequeno, onde fizemos salto ao eixo, mini-trampolim, trave e ainda ginástica de solo. Já em Área de Integração, como sempre trabalhamos nos nossos projectos, com a ajuda da professora Margarida. Na disciplina de Psicologia, começaram as apresentações dos trabalhos sobre a diferença, em que eu e o meu grupo trabalhou, especificamente, a toxicodependência, no que diz respeito ao trabalho em si, concordo com a professora, poderíamos ter acrescentado mais pesquisa sobre o tema ao trabalho, que vai integrar um dossier temático. Em Matemática, concluímos os trabalhos sobre estatísca que temos estado a fazer, para avaliação do módulo. Relativamente a Português, continuamos com a leitura da obra de José Saramago e ainda preenchemos a uma ficha de guião da visita de estudo, que realizamos a semana passada a Mafra. Finalmente, Saúde Infantil estamos a terminar o trabalho pedido pela professora, sobre o desenvolvimento da criança entre os 6 e os 12 anos.

Estágio - 28 e 29 de Outubro

Os dois últimos dias de estágio deste mês já se passaram e mais uma vez partilho convosco. Começando por quinta-feira, cheguei às 9 horas e dirigi-me até à sala, vesti a bata e fui buscar os meninos à sala de acolhimento, quando voltámos à sala e cada criança foi brincar para a área que quis, enquanto isso, numa mesa estavam meninos a fazer um trabalho ainda alusivo ao dia da alimentação. Às 10 horas, foi a hora de arrumar a sala para irem lanchar. Logo depois foram à casa-de-banho fazer a sua higiene e de seguida fomos em direcção ao ginásio, onde já se encontrava o professor João à espera de começar mais uma aula. Foi mais uma aula em que fizeram um percurso com arcos, saltos e cambalhotas. Assim que a aula acabou regressámos à sala, para continuar os trabalhos que ainda faltavam fazer como foi o exemplo do trabalho do nabo. Enquanto alguns acabavam a actividade, outros estavam sentados no tapete a ouvir uma história que a educadora lhes estava a contar. Por volta das 11:45, foram fazer a higiene e foram para o refeitório almoçar, quando acabaram foram para a sala para fazerem a sesta, já eram 13 horas. Da parte da tarde, às 14 horas, fui para a sala e ainda estavam os meninos acordados, a auxiliar foi embora e fiquei eu a organizar os trabalhos dentro dos dossiers. Por volta das 15:45, acordaram e foram lanchar, mas neste dia houve uma menina que fazia anos, a Joana.
Na sexta-feira, como sempre cheguei às 9 horas e fui para a sala e fui logo para uma mesa, onde já estavam algumas crianças a acabar trabalhos do dia anterior. Às 10 horas arrumaram e sentaram-se para ir lanchar, enquanto isso ouviam a música do "fantasminha brincalhão", uma vez que o dia das bruxas estava a chegar. Quando acabaram de lanchar sentaram-se no tapete e a Vina sugeriu que fosse eu a contar uma história das bruxas, mas depois da história a educadora, fez-lhes uma surpresa e disse que uma bruxinha tinha passado lá durante a noite e tinha deixado uns fatos para se mascararem. O entusiasmo foi tal, que logo se vestiram, de abóboras, bruxas e vampiros. Por volta das 11:45, foram almoçar para às 13 horas irem dormir. Às 15:45, acordaram, foram lanchar e dirigiram-se para o parque à espera que os pais os fossem buscar.

Visita de estudo a Mafra

Foi no âmbito da disciplina de Português, inserido na obra de José Saramago, Memorial do Convento que realizámos a nossa visita de estudo a Mafra.
O ponto de encontro era o portão da escola, pelas 8:30, o autocarro já se encontrava ao portão. Os alunos das outras turmas juntaram-se a nós e lá fomos nós seguir rumo a Mafra. Chegados a Mafra, recebemos as instruções dos professores e ficamos um pouco à espera de entrar para podermos ver a peça da obra que estamos a ler. Esperamos um pouco, já dentro do Palácio e fomos conduzidos a um corredor, onde teve início a peça, depois da introdução fomos conduzidos pelos actores à sala propriamente dita, onde se vai desenrolar a restante peça, que foi muito bem encenada, com actores excelentes. Acabada a primeiro parte, seguimos para um jardim ao lado do convento, onde almoçamos todos, onde ainda nos deu tempo, para fazermos umas compras e passearmos por Mafra. Da parte da tarde, por volta das 14:30, dirigimo-nos ao Convento, para termos a visita guiada, para percebermos como era realmente a vida do rei e da rainha, uma vez que, é tão falado na obra que estamos a tratar e também para vermos os aposentos da família. Para isso tivemos um guia muito disponível que nos explicava tudo, dando muitos exemplos práticos, em relação à vida que o rei levava. Acabada a visita, fomos para o autocarro, para regressarmos a Setúbal, onde chegámos por volta das 19 horas. Foi um dia bem passado e onde espero regressar brevemente.
Aqui fica uma foto com alguns dos actores que protagonizaram a peça.

Semana de 25 a 27 de Outubro

Mais uma semana que passou e esta bem rápida, pois tivemos a visita de estudo a Mafra, inserido no contexto da obra que estamos a dar em português, Memorial do Convento. Começo então por falar da disciplina de Expressão Plástica, em que já terminei os bonecos em material reciclado, mas confesso que poderia ter-me esforçado mais, no entanto estamos a iniciar os slogan's/logotipos, para a nossa PAP. Em Matemática, estamos a continuar com o trabalho sobre estatística, em que o meu já está quase concluído. Quanto a TPIE, continuamos a trabalhar na nossa PAP. Já em Português, continuamos com o estudo da obra de José Saramago. Em ECDM, fizemos jogos, em que um deles era o jogo da mímica, mais tarde fizemos leitura de pequenos excertos de um livro e que tínhamos de fazer em vários registos, como jornalístico, futebol, discurso político, entre muitos outros. E por último, quarta-feira, o dia da visita a Mafra que foi bastante interessante, principalmente a parte do teatro, onde ficamos a perceber muito melhor a obra, por isso foi uma mais valia. Assim decorreu mais uma semana no curso TAI.

Fada do Outono

Esta é a Fada do Outono, que está exposta na sala, elaborada pela sala dos 3 anos.

Estágio - 21 e 22 de Outubro

Mais uma semana de estágio para partilhar convosco. E começo por falar de quinta-feira, dia 21, como é habitual cheguei às 9 horas e fui buscar os meninos à sala de acolhimento. Arrumaram a sala e viemos para a sala dos 3 anos, onde já se encontravam alguns meninos. Até às 9:30 é sempre um corropio, os meninos a chegarem com os pais, os lanches para retirar das malas e as idas à casa-de-banho. Às 9:30, chega a Patrícia que trabalha no colégio e vem ajudar. A esta hora a educadora incubiu-me de fazer um trabalho, que alguns já tinham começado, eram umas pêras, que tinham de colorir com tintas, com a ajuda de pincéis e cotonetes, para pequenos apontamentos castanhos na pêra. Às 10 horas, foi hora de arrumarem a sala, para se prepararem para o lanche, uma vez que, às 10:30 iriam ter aula de ginástica. Nesta aula, o professor explicou o que iriam fazer, já tinha um circuito preparado, onde tinham de passar por arcos, passar pelos cones em zig-zag, passar cima de um banco sueco e finalizavam com uma cambalhota. Depois da aula, saímos por uma porta do salão/ginásio, que vai dar à quinta, onde a educadora sentou os meninos nos bancos de pedra, onde iriam comer pão com doce de abóbora. Eu, a Patrícia e a Vina, preparámos o pão com o doce e quando acabámos de comer, fomos dar uma volta pela quinta, onde vimos as galinhas, as ovelhas e ainda apanhámos uma romã, para verem como era por dentro. Entretanto dirigimo-nos à casa-de-banho para fazerem a sua higiene, para irem almoçar. Assim que acabaram foram para a sala fazer a sesta. Quando voltei, às 14 horas, fiquei na sala com as crianças e com a educadora, onde ficámos a organizar trabalhos dos meninos, às 15:30, acordaram e foram lanchar, para depois irem para o parque. Já na sexta-feira, dia 22, às 9 horas já me encontrava no meu local de estágio e fui buscar os meninos, quando voltámos, cada um dirigiu-se para a área que quis, entretanto continuei com a actividade de colorir as pêras, dado que ainda faltavam alguns meninos terminarem o trabalho. Às 10 horas, como é habitual, foram lanchar e de seguida dirigimo-nos, com as restantes salas da infantil, para a sala de acolhimento, onde as educadoras prepararam um teatro sobre os frutos do Outono. Já todos reunidos na sala, a educadora Filipa, introduziu o que iria acontecer, para as crianças ficarem a perceber o que ia ali passar-se. A educadora Joana foi a narradora e eu, a Isabel, a Maria João, a Vina e a Filipa fizemos de frutos de Outono, ou seja, à medida que a Joana ia lendo os fantoches iam aparecendo. Foi muito engraçado, pois nunca tinha participado em algo do género. Acabado o teatro, as educadoras foram fazer uma salada de fruta, enquanto que as crianças foram para o parque. Às 11:55, a minha sala, foi para o refeitório para irem almoçar. Por volta das 13 horas, foram fazer a sesta. Às 14 horas, eu e a educadora voltámos para a sala, onde estivemos a falar sobre a P.A.P. em que a educadora me deu algumas ideias para trabalhar o meu tema, que também vai integrar no que irão fazer durante este ano lectivo, que me pareceu bastante interessante. Assim decorreram mais dois dias de estágio.

Outono!!


Este é o trabalho exposto no placard, à entrada da sala, sobre o Outono.

Semana de 18 a 20 de Outubro

Mais uma semana de aulas para relatar. No que diz respeito a T.P.I.E., já reuni com a professora, a fim de, falarmos sobre a ficha de pré-projecto sobre a P.A.P. onde tive de fazer algumas alterações relativamente aos objectivos. Em Matemática, iniciámos o trabalho sobre estatística, onde temos de inventar um problema e resolver os exercícios que andamos a aprender nas aulas. A Expressão Plástica, finalizei a minha abelha, mas devido a falta de material tive que parar de fazer a joaninha, mas com certeza que irei terminá-la, foi também nesta disciplina, que o professor Rui nos deu algumas noções sobre logótipos e slogans e como haveríamos de fazer, isto para nos elucidar acerca do logótipo que iremos elaborar para a nossa P.A.P. Já em Português, continuamos com o estudo do Memorial do Convento, em que estamos a falar dos planos da narrativa, do espaço, do tempo, etc. Tudo para nos prepararmos para a visita a Mafra. Quanto a E.C.D.M. realizámos vários jogos, em continuação da aula anterior. Em Educação Física, a aula decorreu no ginásio grande, onde tivemos a fazer voleibol. Começamos então por fazer passes, manchetes e serviços, mas em pares, para mais tarde, já no final da aula, fazermos situação de jogo com a turma. Na disciplina de Área de Integração, trabalhamos também na P.A.P. e nesta semana tive oportunidade de mostrar a minha ficha já pronta à professora. Em Saúde Infantil, continuamos com o trabalho sobre o desenvolvimento das crianças em idade escolar (6-12 anos). Finalmente, Psicologia, onde também continuamos com o trabalho sobre toxicodependência, que já está a ser concluído.

Estágio - 14 e 15 de Outubro

Mais dois dias de estágio para partilhar convosco. Começo então por falar do dia 14, quando cheguei ao local de estágio fui em direcção à sala, onde já se encontravam alguns meninos a fazer desenhos, enquanto isso eu e a auxiliar fomos tratando dos lanches e por volta das 9:30, fui para uma mesa com alguns meninos terminar trabalhos de dias anteriores que tinha a haver com o Outono. Às 10 horas já estavam prontos para irem fazer o seu lanches matinal, quando terminaram foram à casa-de-banho fazer a sua higiene e logo depois dirigiram-se para o ginásio, onde estava o professor à espera. Na aula de ginástica, fizeram vários exercícios, andaram em cima do colchão a saltar de pés juntos e de seguida todos fizeram a cambalhota. Quando a aula acabou voltámos à sala, onde se sentaram de imediato no tapete a ouvir a Vina, que lhes ensinou a música dos frutos, de seguida foram à casa-de-banho fazer a higiene e dirigiram-se para o refeitório. Acabado o almoço, às 13 horas, foram fazer a sesta. Mais tarde, às 14 horas, eu voltei da minha hora de almoço fui até à sala adiantar uns trabalhos dos meninos enquanto que a educadora foi para uma reunião.
No dia 15, sexta-feira, fui logo para a sala e depois fui até à sala de acolhimento buscar os meninos da sala da Vina, enquanto as crianças iam brincando e fazendo desenhos, eu ia tirando os lanches das malas para o lanche matinal. Quando voltei à sala, estava já uma mesa preparada para fazer um trabalho sobre o Outono com as crianças, o que iríamos fazer era umas folhas, ou seja, estas eram de cartolina e o que as crianças tinham de fazer, era molhar o dedo em tinta (amarela, verde, laranja, etc) e misturar as cores na folha, que ficava com efeito de cores de Outono. Este trabalho, mais tarde, será para expor no placard da sala. A seguir a este trabalho, as crianças foram lanchar, às 10 horas, de seguida foram à casa-de-banho e voltaram à sala, onde se sentaram no tapete para falarem do dia da alimentação, que se realiza dia 16 de Outubro. A educadora Vina, começou por mostrar um cartaz com a roda dos alimentos e explicar o que era e os vários alimentos que a constituem, logo de seguida a Vina fez uma roda dos alimentos em cima de uma mesa redonda, que foi dividida com um marcador e construída com alimentos de plástico, que estão disponíveis na sala para as crianças brincarem. Às 11:45, foram almoçar e às 13 horas foram para o dormitório fazerem a sesta. Às 14 horas, quando voltei da hora de almoço, dirigi-me para a sala, onde fiquei com os meninos, enquanto isso a educadora foi para uma reunião e enquanto dormiam, eu ia adiantando alguns trabalhos e organizando. Assim decorreram estes dois dias de estágio.

Semana de 11 a 13 de Outubro

Mais uma semana de aulas que passou e a todo o gás, principalmente na disciplina de TPIE, em que estamos a trabalhar para a PAP, onde irei trabalhar a amizade. No que diz respeito a Expressão Plástica, esta semana terminei a minha abelha e vou continuar com a joaninha, que também já comecei, tudo com material reciclado. Em Matemática, continuamos com os exercícios de estatística, para mais tarde fazermos o trabalho individual proposto pela professora. Quanto a Português, estamos a iniciar o estudo da obra Memorial do Convento, de José Saramago. Estamos preparar-nos já, devido à visita que iremos realizar no dia 27 de Outubro a Mafra, para irmos a saber um pouco da obra. Já em ECDM, fizemos jogos, o primeiro consistia em fazer uma roda, sentados nas cadeiras, e um colega ficava no meio e escolhia um colega e perguntava se gostava dos seus vizinhos e conforme as respostas iam mudando de lugar, outro dos jogos era escolhermos um lugar da sala ao acaso e depois tínhamos de pôr-nos em cima da cadeira e pôr-nos por ordem alfabética, isto, sem falarmos, sem tocarmos no chão ou em mesas e sem arrastarmos as cadeiras. De seguida fizemos muitos outros jogos e no final o professor pediu-nos um trabalho de grupo, que tinha a haver com música, que já conta para a avaliação do módulo de música. Educação Física, a aula foi lá fora e desta vez estivemos a trabalhar e a fazer exercícios de futebol. Na disciplina de Área de Integração, esta é uma das disciplinas dedicadas à PAP e como tal estivemos a trabalhar nisso. Já em Psicologia, estivemos a fazer o trabalhar em grupos, no trabalho da toxicodependência, onde estamos a fazer algumas alterações. Por último, Saúde Infantil, acabámos a matéria teórica e agora estamos a iniciar um trabalho de grupo, que terá como produto final, fazer um manual da criança, tratar o seu desenvolvimento, em crianças dos 6 aos 12 anos. Assim decorreu mais uma semana de aulas.

Estágio - 7 e 8 de Outubro

Mais dois dias de estágio para partilhar. Começo então por falar de dia 7 , quinta-feira. Assim que cheguei, fui para a sala onde já se encontravam alguns dos meninos, depois fui buscar os restantes à sala de jogos, que já vinham a caminho com a auxiliar Gabriela. Foram arrumar as suas mochilas nos cabides, despir os casacos e retirar os lanches das malas. Na sala, alguns faziam desenhos, outros brincavam nas áreas, enquanto eu fiquei com alguns meninos a fazer jogos. Às 10 horas, foi a hora do lanche e quando acabaram foram fazer a sua higiene para irem para a ginástica, onde o professor João já estava à espera no ginásio, para mais uma aula. Depois da aula, foram para o parque. Como este dia foi o dia dos Castelos, as educadoras desenharam em papel de cenário um castelo enorme para as crianças pintarem um pouco cada uma, então as crianças de todas as salas, estavam no parque a ouvir a explicação da educadora Joana e depois foi a vez de todas as crianças pintarem. A seguir, dirigiram-se para a casa-de-banho para fazerem a higiene, para irem almoçar. Às 13 horas foi a hora da Sesta. Quando voltei, da minha hora de almoço, às 14 horas, fui para a sala recortar uns pedaços de papéis para as crianças no dia seguinte fazerem um trabalho. Quando saí da sala os meninos estavam a acabar de lanchar para irem para o parque, onde estive também algum tempo.
Hoje, dia 8, sexta-feira, cheguei e fui até à sala, mas a educadora ainda não tinha chegado, voltei lá para fora e fui buscar os meninos que já vinham a sair com a auxiliar. Foram para a sala e foram fazer jogos, enquanto outros desenhavam no quadro, outros brincavam, etc. Às 10 horas, como é habitual, chegou a hora do lanche, depois foram brincar e de seguida eu a auxiliar Gabi (tratada carinhosamente por todos) e eu fomos para uma mesa para começarmos a fazer o cesto da fruta com material, para ser exposto no placard da sala, alusivo ao Outono. Íamos chamando cada menino para participar na actividade, ou seja, tinham que colar pequenos pedaços de papel já feitos em bolinhos para fazer a maçã e as uvas. Depois seguiu-se a hora de almoço e logo depois a sesta, às 13 horas. Às 14 horas, quando voltei, como hoje haviam crianças a dormir na sala, fui para a sala dos 5 anos, onde se encontrava a auxiliar Gabi a conversar com as crianças e a dar uma ficha para fazerem. Lá estive com eles e a recortar umas folhas em cartolina para pôr no placard sobre o Outono. Às 16 horas fui ao dormitório, onde as crianças já estavam a acordar e a despacharem-se para irem lanchar, quando acabaram de comer, como estava a chover, as crianças foram para a sala até os pais irem buscá-los. Assim decorreram mais dois dias de estágio.

Desenvolvimento da criança em idade escolar

DESENVOLVIMENTO FÍSICO
As crianças em idade escolar tipicamente apresentam habilidades motoras gerais solidamente fortes e suaves. No entanto, pode ocorrer uma ampla variação entre as crianças com respeito à coordenação (especialmente olhos-mãos), resistência, equilíbrio e tolerância física. As habilidades motoras finas também podem variar de forma significativa, influenciando a capacidade da criança para escrever com nitidez, vestir-se apropriadamente, e realizar certos trabalhos domésticos, tais como fazer a cama ou lavar a louça.
As diferenças visíveis na estatura, peso e estrutura física das crianças podem ser muito marcantes. É importante lembrar que os antecedentes genéticos, assim como alimentação e exercícios, podem influenciar o crescimento. Também pode haver uma grande variação de acordo com a idade em que as crianças começarem a desenvolver as características sexuais secundárias (nas meninas--o desenvolvimento das mamas e o crescimento de pêlos púbicos e axilares; nos meninos--o crescimento peniano e testicular; distribuição e crescimento de pêlos púbicos, axilares e torácicos).
DESENVOLVIMENTO DA LINGUAGEM
As crianças no início da idade escolar devem ser capazes de usar, de forma consistente, frases simples, porém estruturalmente completas, contendo em média de 5 a 7 palavras. À medida que a criança evolui no decorrer dos anos elementares, a sintaxe e a pronúncia se aproximam do padrão normal. O uso aumentado de sentenças mais complexas se desenvolve à medida que a criança cresce. Déficit auditivo ou de inteligência, os quais podem impactar o desenvolvimento da linguagem de forma negativa, são tipicamente observados como resultado de linguagem atrasada em idades anteriores. Dois outros fatores, a necessidade de comunicar-se e o grau de estímulo, podem afetar a aquisição de linguagem na idade escolar.
A linguagem expressiva é importante para evitar que a criança se sinta bloqueada, tanto emocional como socialmente. As crianças que não conseguem se expressar adequadamente podem ficar propensas a exibir um comportamento agressivo ou ter crises de raiva.
As habilidades de linguagem receptivas, necessárias para a compreensão de instruções longas ou complexas, tipicamente se assemelham às habilidades expressivas. Uma criança de 6 anos de idade normalmente é capaz de obedecer uma série de 3 ordens seguidas. Ao redor dos 10 anos, a maioria das crianças consegue obedecer 5 ordens seguidas. As crianças com um déficit de linguagem receptiva podem tentar encobri-lo por meio de respostas malcriadas ou fazendo palhaçadas, e raramente irão se expor ao ridículo em potencial pedindo esclarecimento sobre as instruções recebidas.

Semana de 4 a 6 de Outubro

Mais uma semana, e esta bem mais curta, pois com o feriado, temos mais tempo de descanso, o que é óptimo! Mas começo por falar de Matemática, em que ainda estamos a fazer exercícios de estatística, para mais tarde passarmos para o trabalho que a professora tinha falado. Em TPIE, continuamos com o preenchimento da ficha de pré-projecto, que diz respeito à PAP e confesso que ainda estou um pouco atrasada. Em relação a Português, estamos a preparar a nossa visita de estudo a Mafra, ou seja, estamos a iniciar o Memorial do Convento de José Saramago, e noutra das aulas ainda vimos um entrevista sobre a sua infância e também o porquê de se ter isolado nas Canárias. Relativamente a ECDM, conhecemos o professor Artur Lopes, que me pareceu acessível. Quanto a Expressão Plástica, continuamos com o projecto de material reciclado, em que o meu trabalho já não vai ser os sete anões, mas sim uma abelha, uma joaninha e uns binóculos. Vamos ver como corre. Finalmente Saúde Infantil, estamos a dar o desenvolvimento da criança em idade escolar (6 a 12 anos), onde já estamos a formar grupos, para um trabalho que iremos realizar. Foi assim esta curta semana de aulas.

Outono para pintar!







Trabalhos das crianças


Estágio - 30 de Setembro e 1 de Outubro

Mais dois dias de estágio que tenho para partilhar. Na quinta-feira, dia 30 de Setembro, quando cheguei fui ter com as crianças à sala de acolhimento, onde se encontravam também outros meninos de outras salas. Chegou a auxiliar, que de vez em quando vai dar uma mãozinha à sala onde me encontro, para levar os meninos à sala, onde já se encontrava a educadora. Assim que chegaram, foram brincar para as diversas áreas da sala. Por volta das 9:15, a educadora incumbiu-me de fazer um pequeno trabalho com as crianças, que consistia, numa árvore já desenhada num papel grande e eu ia chamando as crianças uma a uma, para irem pintar a árvore, que só tinha ramos, uma vez que estamos no Outono e que vai servir para pôr no placard que está no corredor da "infantil", enquanto que alguns faziam colagens com a outra auxiliar. De seguida, às 10 horas, foram lanchar e quando terminaram foram sentaram-se no tapete para começarem a marcar as presenças. Logo depois os meninos que ainda não tinham feito a árvore foram comigo e os restantes foram fazer jogos. Às 11:45 foram almoçar e às 13 horas foram para o dormitório. Na parte da tarde, como sempre entrei às 14 horas e estive na sala a organizar os desenhos das crianças nos dossiers de cada um, quando acabei fui para o refeitório onde, já se encontravam a lanchar e de seguida fui acompanhá-los ao parque.
Na sexta-feira, dia 1 de Outubro, assim que cheguei fui directamente para a sala, onde já se encontravam alguns meninos, a fazer desenhos ou a brincar noutras áreas da sala. De seguida, fui para uma mesa onde já estava o material necessário para fazer as folhas caídas, da árvore que tínhamos feito no dia anterior, em que tinha de pintar a mão deles e pôr no papel para depois ser recortado. Às 10 horas foi hora do lanche em que estiveram a ouvir músicas do CD do panda e de seguida fomos à quinta ver as galinhas, as ovelhas, a educadora ainda apanhou uma romã e também um folha de uma árvore. Voltámos e foram fazer a higiene e almoçar, às 13 horas foram fazer a sesta. Na parte da tarde, fui arrumar os chapéus de cada um nos respectivos armários e pôr os lanches nas mesas. Quando acabei fui para o dormitório à espera que os meninos acordassem para depois irem lanchar. Assim se passaram mais dois dias de estágio.

Semana de 27 a 29 de Setembro

Mais uma semana de aulas se passou no curso TAI. Começo por falar de Expressão Plástica, onde continuamos com as nossas esculturas de material reciclado, em que já iniciei os meus 7 anões, que foi a pesquisa que fiz e achei engraçado. Em Matemática, continuamos com os exercícios de estatística, onde demos os conceitos de moda, média e mediana. Já em TPIE, continuamos com a organização da PAP, onde já mudei de tema, dado que a reciclagem é um tema muito falado, optei por mudar e abordar o tema da amizade. Em relação a Português, estamos a rever a gramática e a fazer apontamentos. Na disciplina de Educação Física, a aula foi no exterior, em que a aula começou com o normal aquecimento e depois ainda fizemos exercícios de basquetebol, ainda tivemos tempo para fazer um jogo de 3 para 3, visto que só 6 pessoas fizeram aula. Em área de Integração, a disciplina este ano está inteiramente ligada à PAP, logo estivemos a preparar a ficha de pré-projecto, coisa que já temos vindo a adiantar noutras aulas. No que diz respeito a Psicologia, eu e o meu grupo, continuamos com o trabalho sobre toxicodependentes e ex-toxicodependentes. Finalmente Saúde Infantil, a disciplina em que ainda não tínhamos professor e hoje conhecemo-la. É a professora Marta e é bastante simpática e acessível, espero que corra tudo bem com a nossa professora e que façamos coisas interessantes.

Estágio - 23 e 24 de Setembro

Cá estou eu para falar dos dois dias de estágio desta semana. Para começar, na quinta-feira, dia 23, cheguei ao colégio e fui para a sala, onde já se encontravam alguns meninos, mas os outros ainda se encontravam na sala de jogos, pousei as minha coisas, vesti a bata e fui buscá-los. Assim que chegaram à sala, uns foram para a área da expressão dramática, outros foram fazer plasticina, uns foram fazer desenhos, entre muitas outras coisas. Às 9:30, foram lanchar, porque às 10 horas tinham ginástica com o professor João, onde também tive oportunidade de assistir à aula, em que o professor teve uma breve conversa com os meninos, dizendo o que iriam fazer e explicando as regras. Foram então para o colchão, que já se encontrava preparado e estiveram sentados a ouvir a história que o professor estava a contar, que tinha a haver com um ursinho que estava a dormir na sua casa, no final o professor mandou que um menino ficasse no colchão para fazer de ursinho e os outros meninos batiam à porta para acordá-lo e depois tinha de apanhar um menino. No final da aula, fizeram o aquecimento final. De seguida fomos até ao parque e depois voltámos ao interior do colégio para irem almoçar. Um pouco antes das 13 horas, foram descansar para o dormitório, enquanto isso eu fui para a minha hora de almoço, quando voltei às 14 horas e fui para a sala fazer um trabalho relacionado com o mapa das presenças dos meninos. Depois disso fui até ao dormitório, para acordar os meninos e no final foram lanchar.
Hoje, sexta-feira, dia 24, como é habitual cheguei às 9 horas e os meninos já se encontravam na sala, a brincar nas diversas áreas, enquanto que eu ia chamando cada menino para fazer um trabalho, que consistia num carimbo em forma de maçã, em que depois tinham de molhar em tinta vermelha e espalhar pela folha, de modo a trabalharem a cor vermelha. Às 10 horas lancharam na sala e logo depois sentaram-se no tapete e a Vina esteve a conversar com eles sobre o trabalho que estiveram a fazer sobre a cor vermelha e tinha como instrumento um livro com tinha vários objectos para identificar e todos eles vermelhos. Com o trabalho que estiveram a fazer, a maçã serviu para contar a história da branca de neve, uma vez que o placard dos aniversários é sobre esta história infantil, contudo ainda tiveram tempo para aprender uma música, "Cai, cai balão". De seguida foram para o parque e eu fiquei com as meninas que faltavam fazer o trabalho. Quando voltaram do parque, foram à casa de banho fazer a sua higiene e foram almoçar, para irem dormir. Na parte da tarde, fui até à sala com a educadora e falei sobre a PAP e que actividades propus para o tema da reciclagem. Logo depois fui até ao dormitório para acordarmos as crianças, para depois irem lanchar. Assim decorreram mais 2 dias de estágio.

A reciclagem e as crianças!

No dia 17 de Maio comemora-se o Dia Mundial da Reciclagem. Mais do que comemorações, são necessárias atitudes dia após dia.
No princípio, o ensino vem do exemplo que os pais dão. Se, desde cedo, a criança observa o cuidado e o hábito de separar os materiais (vidros, papéis, plásticos, etc.), também será levado a ter o mesmo comportamento depois. O cuidado com o meio ambiente começa dentro das nossas casas. Logo, a criança pode aprender mais detalhes da reciclagem e da reutilização de materiais na escola.
Como explicar a reciclagem às crianças?
Primeiro ensinando-as como seleccionar o que é o lixo do que o que é reciclável e onde devemos depositá-lo.
Os resíduos podem ser separados em 5 ecopontos:
ECOPONTO AZUL: destinado para papel e papelão.
ECOPONTO VERDE: destinado para vidros, cristal.
ECOPONTO AMARELO: para as embalagens de metal e aço.
ECOPONTO VERMELHO / PILHÃO: para as pilhas.
Finalmente temos o CAIXOTE DO LIXO onde depositamos os restos de comida, ou seja, a matéria orgânica e também outro tipo de restos como as plantas, tampas de cortiça, telas, terra, cinzas, pontas de cigarro, etc.
Recentemente foi criado mais um ecoponto para depositar os restos de óleo.
Por que temos que reciclar?
É necessário explicar passo a passo porque temos que reciclar. As crianças precisam saber o porque das coisas para fazê-lo. É necessário fazê-las entender que a reciclagem existe para evitar a destruição do nosso meio ambiente.

Semana de 20 a 22 de Setembro

Nesta segunda semana de aulas, já começamos a habituar-nos ao horário, pois agora só temos 3 dias de aulas e os restantes são de estágio. Começo então por falar da disciplina de Expressão Plástica, em que duas das aulas passámos na biblioteca a pesquisar para o trabalho que iremos realizar que está inserido na reciclagem e no que pesquisei, em princípio, irei fazer um flor com garrafas de plástico. Em Matemática, começamos a dar estatística, as tabelas de frequência, os gráficos de barras e circulares, em que também iniciámos a resolução de exercícios. Quanto a TPIE, estamos a trabalhar na PAP (Prova de Aptidão Profissional) e a professora Fátima tem falado com cada um de nós para saber como estão as pesquisas. Em relação a Português, na segunda-feira, fizemos um texto argumentativo em conjunto, dado que, os nossos textos de diagnóstico não estavam assim muito bons, já na quarta-feira, estivemos a fazer exercícios de funcionamento da língua em conjunto, para rever a gramática e também para ir ajudando os alunos que vão a exame, que é o meu caso. Já em Educação Física, a aula foi no ginásio grande, onde estivemos a fazer os testes de fitenss gram, para ver como estamos desde o ano passado. No que diz respeito a Área de Integração, a aula decorreu a falarmos da PAP e como iremos trabalhar no sentido da apresentação. Por fim, Psicologia, continuamos com o trabalho que estávamos a fazer sobre a toxicodependência, que diz respeito ao meu grupo, que servirá para fazer um dossier temático em conjunto com os outros trabalhos dos outros grupos. Assim decorreu esta semana de aulas.

1ª semana de estágio - 16 e 17 de Setembro

Os primeiros dias de estágio chegaram e também novos meninos. Começo então por falar no dia 16, quinta-feira, em que cheguei uns minutos antes das 9 horas, porque ainda não conhecia a nova directora do colégio e também a Irmã ainda não tinha conhecimento de que eu iria continuar com o meu estágio no colégio. Feitas as apresentações, fui conduzida pela Irmã, que é coordenadora da infantil, até à sala da Vina, onde ainda não conhecia os novos meninos, uma vez que a educadora acabou os 5 anos e voltou com mais um grupo de meninos de 3 anos. Quando cheguei à sala, as crianças estavam em diversas áreas, uns a fazer plasticina, outros na Expressão Dramática, depois foi a hora do lanche e aí fizeram-se as apresentações, para os meninos me conhecerem e eu a eles, se bem que é mais difícil memorizar os nomes deles, mas alguns já estão bem memorizados, de seguida fomos dar uma passeio à quinta, para conhecerem e virem as várias árvores de fruto e os legumes que lá estavam plantados, logo depois foram um pouco para o parque e depois foram almoçar, para irem fazer a sesta. Para primeiro dia, foi muito bom. No dia 17, sexta-feira, a rotina não mudou muito, excepto na parte da manhã, que em vez de irem à quinta ficaram na sala sentados no tapete para a educadora começar a abordar o tema da identificação, dado que os meninos são novos e precisam de se conhecer uns aos outros e saberem identificar-se. De seguida foram até ao parque brincar um pouco até chegar a hora do almoço, depois foram à casa-de-banho fazer a sua higiene e dirigiram-se para o refeitório, onde houveram as habituais "birras" para comer. Uns minutos antes das 13 horas, foram para o dormitório, eu fui para a minha hora de almoço e voltei às 14 horas, quando cheguei fui pôr os lanches dos meninos na mesa, quando chegou a hora de acordar, eu, a educadora e as restantes auxiliares fomos acordar os meninos, mudar a fralda a quem tinha de ser mudada, pentear e no final lanchar, depois de tudo, ainda fui levar os meninos ao parque, saí do meu local de estágio eram 16:40. Esta primeira semana de estágio, teve um balanço bastante positivo, pois também já estava habituada desde o ano passado e as crianças também ajudam um pouco, apesar de haver sempre um ou outro menino mais irrequieto ou com um problema ou outro, mas acima de tudo foi muito bom voltar ao colégio. Até para a semana!

Desenho Infantil

O desenho evolui paralelamente ao desenvolvimento da criança. O desenho não se ensina, sai de dentro da criança. Pode-se estimular um bebê de um ano e meio, por exemplo, deixando-o ter contato com algum lápis. Convém utilizar os de cera que tem a ponta arredondada e são mais gordinhos. Nessa idade, muitas crianças já poderão segurar um lápis e fazer seus primeiros rabiscos.
O desenho pode ser, na infância, um canal de comunicação da criança e seu mundo exterior. Segundo os psicólogos da Unidade de Desenvolvimento Psicológico e Educativo de San Salvador, por ética, só uma pessoa especializada, como alguns psicólogos, pode interpretar os desenhos, seguindo protocolos estabelecidos para esse fim.
O desenho é uma representação gráfica de um objeto real ou de uma idéia abstrata. O desenho é uma das formas de expressão mais antigas da humanidade. Utiliza-se o desenho como uma forma de comunicação desde a pré-história, quando os primeiros homens, através de pequenas figuras desenhadas nas rochas e nas paredes das cavernas, manifestavam suas idéias e pensamentos entre si.
É importante respeitar a espontaneidade e a naturalidade das crianças. Nessas primeiras etapas dos desenhos é aconselhável que não lhes corrija nem lhes imponham regras nem técnicas de desenho. Podem apresentar-lhes vários tipos de materiais. Além do lápis, a criança pode desenhar e pintar com lápis de cera, com marca-texto, e inclusive com pintura de dedo.
Matisse disse que criar é expressar o que tem dentro de si. E é assim mesmo. Nada é mais real que quando se afirma que uma imagem diz mais que mil palavras. É a pura verdade. Os desenhos das crianças não só nos contam suas preferências e opções pelas formas, as cores e as características dos seus traços, mas também falam de suas experiências e preocupações. Em razão disso, a interpretação do desenho infantil é utilizada por muitos psicólogos como terapia nos tratamentos de algum problema.

Regresso à aulas

Quando uma criança "vai para a escola" pela primeira vez, os pais devem ter em atenção algumas questões que podem tornar mais agradável e "normal" esse momento. Claro que há crianças que se adaptam com grande facilidade e encaram a ida para a escola com enorme entusiasmo. Contudo, há também os outros casos, de integração e mudança mais complicadas que, com algum acompanhamento e bom senso dos pais, podem ser atenuados. Assim é preciso que os pais tenham as seguintes atenções:
- Garantir que as autonomias mais importantes estão adquiridas: vestir-se, calçar-se, arrumar as suas coisas, tomar conta do que é seu, comer sozinho, deslocar-se, saber regras básicas de segurança, etc.
- Explicar que ir para a escola é normal e significa que se cresceu e que já se é "grande".Falar dos casos de todos os outros meninos, que também vão aprender, brincar e fazer amigos novos.
- Ir para a escola não é um castigo, é uma "promoção", um momento importante que se atingiu.

Se é a primeira vez, leve a criança a conhecer a escola antes do início das aulas. Se bem que muitas vezes haja "dias de apresentação", ver a escola calmamente com os pais pode transmitir segurança.
Faça as compras de tudo o que é necessário com a criança. Deixe-a escolher e estimule o bom senso. A mochila, por exemplo deve ser do tamanho das costa da criança e, se tiver rodinhas, ainda melhor. O material de trabalho deve ser o adequado (e o solicitado), sem desprezar a qualidade, mas sem "luxos" inúteis que depois constrangerão a criança face aos colegas.

- Não falhe os horários, nem de entrada, nem de saída. A pontualidade deve ser estimulada, e vale também para o momento em que se vai buscar a criança.
- Não facilite com as faltas: a assiduidade também dá importância à nova etapa que se iniciou.
- Pergunte como correu o dia e o que fez a criança e os amigos, mas fale também do seu dia.Troque informações e experiências, conte os seus "casos do dia". Converse.

- Aceite a tristeza e a inadaptação dos primeiros dias. Chorar é normal, mas não ceda e mantenha as rotinas como previsto.

- Acompanhe os trabalhos da aula e os trabalhos de casa.Não os faça em vez da criança, mas apoie-a. Faça desse momento um espaço de interacção e partilha.

Se por acaso a criança não estiver a iniciar o ano escolar, mas tenha tido no ano anterior uma má adaptação, analise cuidadosamente as razões dessa inadaptação: relação com o/a professor/a, com os colegas, questões particulares, ocorrências, ambiente geral. Fale com a criança, com amigos e docentes. Ouça todas as partes e tome as suas decisões a tempo. Os prós e contras de mudar de escola devem ser considerados muito antes do início do novo ano escolar e após ouvir todas as partes. No entanto, para uma adaptação difícil e sofrida, mudar de escola pode ser uma boa solução: colegas novos, ambiente novo, professores novos e nenhum "passado".

O último ano!


É verdade, este é o último ano do curso, o mais trabalhoso, o decisivo, pois para concluirmos o curso teremos que realizar a P.A.P. (Prova de Aptidão Profissional), em que já começamos a trabalhar. Mas começando pelo primeiro dia de aulas, a primeira disciplina foi de Expressão Plástica, em que estivemos a falar dos conteúdos que iremos dar em cada módulo. A segunda aula, foi de Matemática, uma disciplina, que algumas pessoas da turma já não tem há alguns anos, devido ao seu percurso escolar. Nesta disciplina, conhecemos uma nova professora, que me pareceu bastante acessível e nos disse logo o que iríamos trabalhar ao longo deste ano, que será a estatística, os jogos matemáticos, etc. A seguir foi a disciplina de T.P.I.E. com a directora de turma, que nos deu as boas vindas e desejou um bom ano a todos e como não poderia deixar de ser, falámos na, tão temida, P.A.P., ou seja, perguntou se já tínhamos ideias e apresentou-nos o pré-projecto, uma ficha que iremos ter de preencher, de modo, a planificarmos o nosso projecto, o que iremos abordar, que actividades propomos, para ser aprovado. Na parte da tarde de segunda-feira, tivemos Português, em que a professora nos deu a conhecer os módulos que iríamos trabalhar, ainda nesta aula, fizemos um diagnóstico escrito. A última disciplina que era ECDM, não tivemos, pois ainda não temos professor(a). Já na terça-feira, tivemos Educação Física e tomámos conhecimento das regras nos ginásios, o que já não é novidade e também soubemos o que iríamos trabalhar na disciplina e este ano está mais relacionado com o nosso curso, ou seja, vamos aprender novos jogos, para mais tarde podermos aplicar com as crianças. Na terça à tarde, tivemos Área de Integração, onde esta disciplina servirá para nos ajudar na PAP e logo depois tivemos Psicologia, onde tivemos uma breve conversa sobre as ideias do nosso projecto final e nos segundos 45 minutos, continuámos com o trabalho de grupo sobre a toxicodependência, que deixámos no final do ano passado. Foi assim, esta primeira semana de aulas, bem curta, porque hoje é feríado e quinta e sexta-feira, temos estágio.

Estágio - 2 de Julho

O último dia de estágio, oficialmente claro, porque irei fazer praia com os meus meninos, nas próximas três semanas. Mas começo por relatar o meu dia de estágio, onde cheguei às 9 horas e a educadora e os meninos já se encontravam na sala, ainda poucos, mas já se encontravam a organizar os seus dossiers, com os seus trabalhos, para os pais levarem para casa, uma vez que as férias estão a chegar. Enquanto isso, eu e mais uma rapariga íamos arquivando os trabalhos dos meninos nos seus respectivos dossiers. Às 10 horas como sempre foram lanchar e voltaram para a sala, onde eu fui chamando cada menino para preencherem o seu "documento de identidade", onde perguntava o seu gelado preferido, o seu brinquedo preferido, etc. Às 11:45, foram fazer a sua higiene à casa-de-banho e foram em direção ao refeitório para irem almoçar. Da parte da tarde, a Vina, mandou-os sentar no tapete e tiveram uma conversa sobre os próximos dias de praia, depois fui chamando cada menino, para fazerem a sua impressão digital, no "documento de indentidade". Hoje, excepcionalmente, tive que sair mais cedo, sendo que às 15 horas acabou o meu dia de estágio.

Última semana de aulas!

Pois é, a última semana de aulas passou e já estamos mais que prontos para as férias. Na segunda-feira, recebemos os testes de inglês, que realizámos na semana anterior, que diziam respeito ao módulo 8 e 9. Já na terça-feira encerrámos as aulas com a professora de ECDM, onde fizemos jogos.
Fazendo agora um balanço deste segundo ano de curso, penso que foi bastante produtivo, onde a turma, de certa forma, se uniu mais até certa altura do ano. Quanto ao meu desempenho, penso que estou mais desinibida, do que quanto entrei para o curso e consegui alcançar os objectivos estipulados, com notas razoáveis. Para o próximo e último ano de curso, espero estar ainda com mais força para trabalhar e dar o meu melhor, mas por agora chegaram as férias e o descanso, até para o ano.
BOAS FÉRIAS!!

Andar à Toa na Estrada, não é uma Boa! de Paula Farinhas


O livro infantil, de Paula Farinhas, visa alertar os mais novos para uma condução segura de modo a reduzir a sinistralidade nas estradas do país.
Recorrendo a uma “fábula”, são retratados na obra com 24 páginas, os comportamentos negativos dos automobilistas e peões, que ignoram as regras de “andar” na estrada, provocando desgaste físico e psicológico aos utentes da via pública. Presente nesta história, está a figura do Polícia Sinaleiro, um “símbolo” que desapareceu do nosso quotidiano, e que aqui é apresentado como um elemento orientador e harmonizador do trânsito e das boas práticas.Ao longo da história, são apresentadas possíveis saídas, para que andar na estrada e na rua, seja um motivo de prazer e não uma questão de vida ou de morte. Esta história destina-se a uma população no escalão etário entre os 5 e os 10 anos de idade.
Paula Farinhas, residente em Setúbal, mãe, é socióloga, jornalista, produtora de televisão, actriz em diversas produções televisivas. “Esta história, agora em livro, nasce da minha preocupação com os ‘números negros’ da sinistralidade nas estradas portuguesas” refere a autora adiantando que “é preciso urgentemente que se mude de atitude quando se circula na estrada!”. Para Paula Farinhas “a mensagem trabalhada junto das gerações mais novas, poderá fazer toda a diferença” porque “as crianças aprendem condutas positivas e ensinam os adultos a comportarem-se de forma correcta”. Por isso, “de uma forma lúdica e pedagógica, estamos a tocar consciências, trabalhando a temática da prevenção e segurança rodoviária e a despertar o interesse pela leitura junto da população infanto-juvenil”.